Água em Marte

Água salgada na superfície de Marte

Agua Em Marte

A sonda MRO (Mars Reconnaissance Orbiter) registrou evidências que podem indicar a existência de água salgada na superfície de Marte, em estado líquido. CLIQUE AQUI E VEJA ANIMAÇÃO DO SITE DA NASA . Seriam córregos sazonais que teriam deixado sulcos indicando o movimento de corpo líquido em leitos, onde os sais encontrados permitiriam o descongelamento apesar das baixas temperaturas da superfície de Marte.

Água em Marte

Lembramos, porém, que a mídia é frequentemente manipulada para orientar a opinião pública de modo a atender os interesses de instituições financeiras e governamentais, pois a possível existência de água em Marte levanta a possibilidade de haver vida lá e isso justificaria a continuidade ou aumento do volume dos investimentos que são feitos nestas pesquisas espaciais. Fotos com luzes estranhas e objetos brilhantes são frequentemente publicadas no site da NASA, obtidas através de sondas enviadas a outros planetas.

Lua de Saturno

Animações são feitas para criar um ambiente de hiper-realidade e alimentar em todos a necessidade de acreditar que faremos contato com outras formas de vida, fora de nosso planeta. Nossa posição não é a de julgar esta ideia, mas discutir a quais interesses esta questão atende de modo direto e imediato. Existem recursos formidáveis sendo empregados neste propósito e questionamos até que ponto os resultados obtidos são válidos, ou até verossímeis, considerando que as formas de vida do nosso próprio planeta estão em estado de calamidade e ameaça sem precedentes. Abaixo a foto da suposta “COLUNA de LUZ” registrada em Marte pela sonda da NASA e publicada no site oficial deles, o que pode ser comprovado clicando na foto. Depois de espalhar pelo mundo as imagens a partir de seu site oficial, a NASA divulga suas “explicações” muito céticas e científicas, mas só depois que o trabalho de incitação à ideia de que o planeta é habitado já foi bem realizado. Só isso justifica as incalculáveis fortunas investidas em projetos como este.

Luz em Marte

Qual o verdadeiro propósito e real relevância destas publicações, no contexto de genocídio em massa, extermínio de recursos naturais e espécies biológicas de nosso próprio planeta? Qual a lógica em disseminar a crença de que, em caso de destruição da Terra, poderemos encontrar abrigo em algum outro lugar do espaço sideral? De onde surgiu esta ideia de que deveríamos planejar estações de preservação das espécies de vida de nosso planeta, como uma versão espacial da Arca de Noé?

Campanha_GBC

Conhecendo o jogo das instituições financeiras que controlam todos os recursos naturais do nosso planeta e que pretendem manter sua política colonialista e extrativista até que se esgote a última gota de vida por aqui, tenho certeza de que manter o povo acreditando que nosso planeta “já era” e que precisamos investir em um refúgio interplanetário, é de fato uma prioridade, digna de investimentos do volume destinado não só à NASA, mas a outras instituições de pesquisa espacial. Assim, colocaremos nosso foco nas estrelas e não lutaremos para defender a nossa casa, portadora de todos os recursos necessários para a manutenção de boa qualidade de vida a todas as espécies que viajam nesta nave, se… fossem compartilhados com a consciência de que, caso não a preservarmos, todos pereceremos.

Segundo Sol

BETELGEUSE – OUTRO SOL NO CÉU EM 2012?

De acordo com Brad Carter, professor sênior de física da Universidade de Southern Queensland, Austrália, no período entre o final de 2011 e o final de 2012, ocorrerá a explosão da SUPERNOVA BETELGEUSE, parte da constelação de ORION. Isso irá proporcionar em nosso céu, por algumas semanas, ou meses, uma visualização similar à imagem acima, pois a emissão de intensa luz causada pela explosão promoverá no céu uma irradiação avermelhada do mesmo tamanho do nosso Sol, e outros afirmam que será apenas como uma lua cheia. É provável que o Segundo Sol  permaneça brilhando durante a noite, neste período, gerando, assim, um dia permanente: Enquanto nosso Sol esconde-se, como de costume, ALPHA ORIONIS, como também é chamada, permanecerá no céu, fazendo revezamento com a estrela de nosso sistema. A expressão “a qualquer momento” é usada pelos astrônomos para prever a explosão de BETELGEUSE, mas em escala de tempo astronômico, este período está contido entre hoje até daqui a MIL  ANOS. A Supernova está a 640 anos-luz da Terra, perdendo, de forma acelerada, grande quantidade de massa, o que indica o final de sua vida e sua eminente explosão.
betelgeuse-Finale

O processo que culmina na explosão é uma espécie de “morte” da estrela. Estrelas brilham através da fusão nuclear, transformando hidrogênio em hélio, e depois o hélio em carbono e elementos mais pesados. Eventualmente, a estrela começa a produzir ferro. Quando isso acontece, a quantidade de energia libertada da fusão em algo mais pesado é menos do que o necessário para fundir os átomos. Assim, o ferro cai como “cinza” para o centro da estrela, formando ali um núcleo de ferro. Quando este núcleo atinge um determinado tamanho, a estrela não pode gerar energia suficiente para suportar as camadas externas (que são compostas por hidrogênio, hélio e outros elementos mais pesados). A estrela entra em colapso em poucos segundos, e a massa de material “salta” fora do núcleo, com tanta energia que ocorre uma explosão de luz e radiação. O que resta é uma estrela de nêutrons, uma bola de nêutrons com poucos quilômetros de diâmetro e tão densa, que cada centímetro cúbico pesa uma tonelada.

ALFA ORIONIS é alvo de especulação, não só filosófico-religiosa, mas também científica, gerando controvérsias. Em alguns pontos existe concenso: A explosão em nada afetará nosso palneta, em termos físicos, não seria possível sermos afetados pela radiação devido à distância do espaço/tempo em que o evento ocorre. Alguns dizem que a explosão já aconteceu, e que a qualquer momento iremos avistá-la. Isso, no mínimo, gera um  evento inusitado: Cria um foco de atenção em torno de algo que pode já ter acontecido, no passado, e que aguardamos, para o futuro, poder observar, quando estaremos naquele presente momento, testemunhando algo que já ocorreu, ou seja, promove uma fusão de passado/presente/futuro que nos cura da doença fragmentadora do tempo/espaço, das emoções, crenças, pensamento e conhecimento. Alguns cientistas afirmam que quando um acadêmico da área que ganhar espaço na mídia, assume uma postura como a do Prof. Brad Carter. Outros dizem que a NASA oculta, como parte daquela conhecida Teoria da Conspiração, informações sobre o que realmente está ocorrendo com BETELGEUS. Outros, ainda, associam o fenômeno astro-físico com profecias religiosas. Nós, aqui, só mencionamos as declarações de cada uma das partes, porque isso  é, certamente, um dos destaques da VIDA NO ANO DE 2012.