dilma

IMPEACHMENT de Dilma Rousseff tira seu cargo, mas preserva seus direitos políticos

dilma
Através de manobra INCONSTITUCIONAL, articulada pelos presidentes do Senado Federal, RENAN CALHEIROS, e do Supremo Tribunal Federal, RICARDO LEWANDOWSKY, o IMPEACHMENT de DILMA ROUSSEFF tira seu cargo, mas preserva seus direitos políticos. O desmembramento feito do parágrafo 52 da Constituição, que claramente determina a PERDA DOS DIREITOS POLÍTICOS ao réu condenado por má administração, vai contra, inclusive, uma decisão já tomada pelo próprio Supremo na ocasião do Impeachment de FERNANDO COLLOR de MELLO, em 1993. Nesta ocasião, Collor entrou com um mandato de segurança para tentar REAVER SEUS DIREITOS PERDIDOS pelo Impeachment que sofreu, e o STF INDEFERIU, de acordo com -> ESTE DOCUMENTO <- disponível para download no site do Supremo Tribunal Federal.

renan-e-lewandowski-impeachment

A senadora KATIA ABREU encabeçou uma arrecadação de votos entre os senadores que apoiam as negociatas no legislativo, senadores estes pertencentes a todos os partidos. Como Katia, estes senadores não tem fidelidade a outra coisa senão os próprios interesses, e foram recrutados pela senadora do PMDB, que é abertamente a favor de DILMA ROUSSEFF, referindo-se ao Impeachment como “Golpe”. Este grupo de senadores votou em favor da preservação dos direitos políticos de Dilma, em resposta a uma manobra que fatiou o artigo 52 da Constituição, promovendo uma Emenda Constitucional ILEGAL, sem o trâmite necessário para isso.

katia_abreu

Uma rápida análise desta manobra revela a clara intenção de livrar DILMA ROUSSEFF das investigações da OP Lava Jato, e criar um precedente jurídico na esperança de blindar outros líderes políticos que estão desesperados com a eminência de intimação e prisão, devido ao andamento das investigações da Polícia Federal, que geram intimações e mandatos de busca ou prisões preventivas a todos os que participaram das transações ilícitas com o dinheiro público durante a gestão do PT. Sabe-se agora que não somente membros do PT, mas de vários outros partidos, estão empenhados em evitar serem alcançados pela OP Lava Jato, e a Sociedade Civil tem acompanhado de perto todas estas manobras, feitas através de instituições como STF, PGR, TRE, com o objetivo de dificultar a finalização das investigações, e até mesmo de OBSTRUIR A JUSTIÇA, como ficou comprovado sobre Lula, Delcídio do Amaral e Carlos Bumlai, que, entre outros, tornaram-se réus da Lava Jato por tentar impedir a Delação Premiada do ex-presidente da Petrobrás, NESTOR CERVERÓ, oferencendo à familia de Cerveró uma alta soma de dinheiro, conforme comprovado em áudio da conversa, que foi gravada.

Renan

Renan

O agora Presidente em Exercício Michel Temer embarcou em seguida de sua posse, por volta das 20 hs, juntamente com o presidente do Senado Federal RENAN CALHEIROS, para a China, para atender sua agenda de compromissos, que inclui sua participação na cúpula do G20. Dentro de algumas horas publicaremos sobre as articulações dos Senadores da República para entrar com MANDATO DE SEGURANÇA contra o desmembramento INSCONSTITUCIONAL do artigo 52 da Constituição, promovido por Renan e Lewandowsky, que já está sendo redigido no Senado Federal.

china-cybercrime

LAST TANGO IN CHINA: Maior ataque hacker da história da China!

A invasão DDoS MASSIVA foi considerada o maior ataque hacker da história da China. As investidas começaram no domingo, dia 25/o8, às 02 hs, horário de Pequim. Às 04 hs, ocorreu a segunda onda de ataques, muito mais poderosa. Como resultado, uma parte significativa da Internet chinesa ficou indisponível. O governo conseguiu restaurar totalmente o acesso aos recursos da Internet apenas na manhã de segunda-feira. O ataque causou a queda do tráfego de Internet no país em 32%.

De acordo com a CLOUDFLARE a estratégia de invasão baseia-se em pedidos de inscrição em algumas redes sociais com extenção “.cn” que promove a desativação de um mecanismo de segurança, e a partir disso os invasores construiram sua rede.

A China é responsável por 55% de todas as invasões DDoS no mundo, por isso o método usado pelos hackers mostrava que apesar disso, não são capazes de se defender quando eles mesmos sofrem um ataque DDoS. O modo e a sequência de sites que foram atacados sugeriam uma critica à politica chinesa tanto para internet, quanto para a sociedade,

Matthew Prince, CEO da CloudFlare afirma que o ataque pode ter sido planejado tanto por um grupo sofisticado de hackers, como por um único indivíduo. O Governo chinês e o CHINA INTERNET NETWORK INFORMATION CENTER desculparam-se aos usuários que foram prejudicados pelo ataque, e afirmaram que se esforçarão para que o incidente não se repita.

Austália

NASA E NOAA EMITEM ALERTA PARA INUNDAÇÕES

2005  foi o ano mais quente registrado, desde que inciaram as medições, em 1880. A NASA e o NOAA, os dois maiores observatórios climáticos dos EUA, apontam que 2011 já alcançou esta marca, e concordam que as emissões de CO2 são a principal causa do fenômeno conhecido como AQUECIMENTO GLOBAL. A imagem ao lado foi captada via satélite pela NASA e ilustra as dimensões catastróficas das enchentes que ocorrem neste momento na AUSTRÁLIA, as quais não podemos deixar de relacionar com as catástrofes que ocorrem simultaneamente na região serrana do estado do Rio de Janeiro. A Defesa Civil contabiliza, até 14/01/2011 540 mortos, além de milhares de desabrigados e feridos, no que é a maior tragédia natural da história do Brasil. Os principais países emissores de CO2 hoje são a CHINA e os EUA, articuladores entre si de políticas não oficiais para ignorar as mobilizações internacionais das instituições encarregadas de implantar políticas e leis de regulamentação planetárias para estas emissões.

O atual Presidente do Comitê de Energia e Comércio da Câmara dos Deputados dos EUA, FRED UPTON, que antes de assumir seu cargo tinha um discurso preocupado com o “grave problema” das mudanças climáticas globais, acaba de fazer uma declaração á midia que aderir a estas a estas regulamentações, propostas pelos acordos internacionais, implicaria em destruir milhões de empregos e prejudicar a economia dos EUA, e que o assunto das emissões de CO2 são irrelevantes!

Ao clicar no útlimo texto em vermelho, você terá acesso às gravações destas declarações, feitas pela mídia dos EUA, inconformada com o cinismo do entrevistado, que, sem nenhum pudor, diz que “mudou de idéia” sobre o assunto. Interessante a mudança de opinião ter ocorrido imediatamente após as eleições…

Deixamos aqui nossa solideriadade às vítimas das chuvas na região da serra do estado do Rio de Janeiro, e enfatizamos nossa mobilização em retransmitir, através de nosso Twitter, todas as informações sobre as entidades arrecadadoras de doações para os desabrigados, as solicitações de doações de sangue para os feridos, ao que nos dedicaremos enquanto a emergência estiver em andamento. Insistimos em ressaltar que estas catástrofes tem dimensões planetárias e em alertar a importância de  uma mobilização de parte da população mundial, para pressionar os países resitentes ás medidas para regulamentação das emissões de CO2, principalmente CHINA e EUA, de maneira que sejam forçados a declinar de suas posições atuais, ou assumir diante do mundo o seu papel de assassinos em massa, responsáveis pelo massacre de milhares de pessoas em várias regiões do Planeta. Somos todos navegantes de uma mesma nave, a TERRA e temos que articular políticas planetárias para evitar que situações piores ocorram daqui para frente.

Além do Brasil e Austrália, outros 3 países enfrentam agora chuvas de volumes catastróficos. No SRI LANKA, Índia, as imagens dos desabrigados são familiares, mas de lá veio uma das imagens mais chocantes deste desatre ambiental: Um filhote de elefante, morto pelas águas, pendurado na copa de uma árvore após a vazante. Nas FILIPINAS já são 47 mortos e 400 mil desabrigados, por chuvas que não param desde o Natal. Um terço do país foi arrasado pelas cheias, com estradas e pontes destruidas, além das plantações de milho e arroz.

A Alemanha vem enfrentando enchentes catastróficas, como foi agora aqui no Brasil, desde 2002, quando teve a MAIOR ENCHENTE DA SUA HISTÓRIA. As cheias transbordaram, além do Elba, o rio Mude, o Danúbio, o Inn atingindo Áustria, República Tcheca, Rússia, sul da França, Suiça, norte da Itália e em Veneza o nível das águas alcançou o novo récord. Os temporais são violentos, com granizo do tamanho de pêssegos, pesando até 700 g.
Para encerrar, destacamos a diferença entre as autoridades que lidam com a catástrofe ecológica na Alemanha, e as dos outros países.

Primeiro, eles admitem  que o desastre é causado pelo aquecimento global do planeta, e o ministro alemão do Meio Ambiente, Jürgen Trittin, pediu esforços internacionais mais firmes para reduzir a emissão dos gases que provocam o efeito estufa. “Seria bom se outras nações fizessem tanto quanto a Alemanha em defesa do clima mundial”, disse o ministro. Trittin lembrou que o governo Schröder comprometeu-se a reduzir a emissão de dióxido de carbono (CO2) em 21% e já alcançou os 19%. Ele classificou os acordos internacionais fechados até agora como um primeiro passo importante, porém insuficiente. Em segundo lugar, desde 2002, medidas ambientais efetivas vem sendo tomadas, além de políticas públicas que diminuiram o impacto das cheias sobre a população e sobre a economia do País.

O diretor do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), Klaus Töpfer, também exortou as nações industriais a assumirem maior responsabilidade. Ele considera indispensável tanto poupar energia como continuar desenvolvendo as energias renováveis. O ex-ministro alemão do Meio Ambiente não tem dúvidas de que as recentes catástrofes climáticas sejam, em parte, obra humana, uma tendência a ser “maciçamente combatida”. Quem sabe, um dia, nossos governantes estejam neste nível de consciência e competência, ou pelo menos, até lá, deixem a MARINA SILVA e o ABERLARDO BAYAMA trabalharem…

 

Mundo Bipolar

NEM VERMELHO NEM AZUL – O MUNDO BIPOLAR

Sinceramente pensei que com o fim da Guerra Fria e com a queda do Muro de Berlim estava extinto o Mundo Bipolar. Acreditei que era o fim do pensamento cindido, viciado em separar tudo em duas pastas: Certo ou Errado, Bom ou Ruim, etc. Nestas manifestações coletivas de quebra da barreira divisória, vislumbrei o início da integração dos tais “lados”, da unificação dos aspectos diversos numa só idéia.
Agora o vício de julgar iria ceder em favor do exercício de ponderar, refletir, considerar o terceiro, quarto, quinto elemento na formação de uma opinião. Iríamos tomar mais tempo digerindo as coisas, teríamos mais cuidado antes de chegar às conlcusões.
Já faz tanto tempo que o pluralismo partidário se estabeleceu nesta nação, fomos libertos daquele modelozinho da Guerra da Secessão, onde tiranos reacionários lutavam para manter seus latifúndios e seus escravos a salvo da ameaça da industrialização, que queria libertar as massas para transformá-las em operários para suas máquinas. Nossa versão dessa dualidade era ARENA X MBD, os vermelinhos contra os azuizinhos de sempre.
Acho que me enganei, ou então continuo com aquele problema do qual já me alertaram alguns amigos. O visionário perturba as pessoas à sua volta anunciando coisas para as quais ainda não se cumpriram etapas necessárias para facilitar a digestão, principalmente de conceitos que envolvem a coletividade. Numa ocasião, lá em Rio Branco, Acre, me disse um amigo: “O seu problema é que só uns cinco anos depois a gente vai entender o motivo de você ter falado determinada coisa, pra qual a gente nem tava preparado pra ouvir.” Ele tinha razão, e isso não era nada nem parecido com um elogio, motivo pelo qual lamentei o transtorno causado a ele, na época.

Eu votei no Lula desde a sua primeira candidatura, em 1980, e votei, votei todas as vezes, até que ele foi eleito, finalmente. Desde a primeira vez eu o vi na presidência, o Brasil precisava dele. Nossa nação precisava deslocar-se para o extremo oposto de seu comodismo, sua alienação absoluta, sua passividade, seu conformismo, sua falta de memória política. O Brasil precisava fazer um fast motion histórico para passar pelas etapas que o resto do mundo passava enquanto estávamos na letargia da ditadura, anestesiados e desconectados do movimento planetário, devido às manobras sempre usadas pelos sistemas totalitaristas, as de fechar as comunicações com o resto do mundo e censurar as liberdades de pensamento e expressão. Ficamos 30 anos congelados e tínhamos que queimar essas etapas, mas agora chega!

Não é necessário que tenhamos que nos afundar no totalitarismo socialista, porque não é necessário tomar veneno pra saber que mata! Podemos aprender com a experiência de outras nações, podemos olhar para a China e refletir se é isso que desejamos pra nós. Será que queremos ser todos iguaizinhos e viver como um exército de operários, para que alguns tenham poder e vida abastada?  Queremos ser massa de manobra para que alguns consigam alcançar seus objetivos à custa da miséria do povo do mesmo jeito que o Capitalismo faz? Eu sei que não quero isso pra mim.
Sei também que minhas preocupações são com as péssimas condições ambientais em que se encontra o planeta,  e também com o fato de que as políticas devem ser repensadas e reeditadas para adequar-se às necessidades de uma superpopulação, que não tem mais recursos naturais suficientes para manter uma qualidade de vida razoável no planeta. Sei também que o comportamento das espécies que convivem em espaços reduzidos apresentam mudanças drásticas de comportamento, desenvolvendo hostilidades e hábitos maníacos inexistentes em sua natureza. Essas mudanças de hábitos e comportamentos alterados começam a se manifestar cada vez mais frequetemente na espécie humana e o volume de transtornos de personalidade  já é epidêmico. São estas as minhas preocupações, por isso, nem vermelho da estrela do PT, nem azulzinho de tucano. Meu voto é verde! Por enquanto… Voto verde na cabocla nascida numa casa de seringueiros, em Rio Branco, Acre, lá na floresta, mesmo. Acompanhou a militância de Chico Mendes, ao lado de quem fundou a CUT do Acre. Para cursar a faculdade precisou morar de favor primeiro na igreja, depois na sede do PT, e foi cavando sua trilha com determinação de guerreira: Vereadora, deputada, lutou contra as sequelas por contaminação de metais pesados, que a contaminaram quando ainda vivia no seringal, na miséria de onde saiu, porque é Marina Silva. Ela chega onde quiser chegar, porque é Marina Silva, a presidente do meu Brasil.
Aproveitamos para divulgar a noite de autógrafos do livro de ALFREDO SIRKIS pela EDITORA NOVA FRONTEIRA que acontecerá no dia 03 de outubro de 2011, na Livraria Cultura do Shoppin Villa-Lobos, em São Paulo. O convite nos chegou por e-mail, pelo que agradecemos. Clicando no convite, vc terá acesso ao site sobre o livro, com trechos para dowload e também vídeos com a opinião dos formadores de opinião do nosso País sobre o livro O EFEITO MARINA.